2000-2015 ◄ Voltar

Ao comemorar os seus quinze anos de atividade, a Galeria Fonseca Macedo apresenta uma exposição que desenha uma nova fase do seu trabalho de programação e divulgação da arte contemporânea. O seu percurso, independente, fundou-se no interesse pela criação artística, apresentando aos seus fundadores um desafio constante para cativar novos públicos e incentivar o colecionismo.

No decorrer destes quinze anos, a galeria acolheu artistas em diferentes momentos das suas carreiras, arquitetos, curadores, conferencistas, historiadores e performers, e ultrapassou o seu contexto sociocultural, que sempre teve em atenção, para apresentar os artistas em feiras de arte internacionais com a mesma atitude e ambição dos seus pares nacionais e estrangeiros.

A sua localização geográfica descentralizada, a ilha de São Miguel, nos Açores, não constituiu um obstáculo, revelando-se pelo contrário uma alavanca que contribuiu para apresentar as obras dos artistas que aí trabalham, possibilitando e apoiando a sua participação em exposições e outros projetos que tiveram lugar no continente e no estrangeiro. Esta forma dinâmica de trabalhar, continuada e persistente, deve-se ao empenhado relacionamento que os responsáveis da galeria souberam estabelecer, desde o início, com a comunidade de artistas e instituições com quem têm colaborado.

Quinze anos volvidos, compreendemos que o contexto artístico acompanhou a mudança: a atividade dos museus dos Açores continuou atenta à produção contemporânea, um novo centro artístico, o Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, iniciou a sua atividade pluridisciplinar e a galeria renova-se mostrando a sua vitalidade, e necessidade, de conhecer e desenvolver outras perspetivas, presentes na obra de artistas nacionais e estrangeiros que dão continuidade à sua história. A exposição 2000-2015, inaugurada em simultâneo com a quarta edição do Festival de Arte Pública Walk & Talk, constitui um momento de plena assunção deste projeto galerístico e cultural, reunindo treze artistas de três gerações cujas obras atravessam diferentes processos e linguagens artísticas.

Este é também o momento que revela as potencialidades de um programa mais vasto que se anuncia, onde cada obra exposta virá a contextualizar as exposições individuais de cada um dos artistas presentes na exposição.

João Silvério

Julho 2015



facebook instagram Drawing Room Store
FONSECA MACEDO - ARTE CONTEMPORÂNEA | 2017