Folha de sala ◄ Voltar

"

 

A exposição Colectiva 2012, Pequeno Formato é constituída por uma selecção de 16 obras em papel, entre desenhos, aguarelas e gravuras, dos artistas: Pedro Calapez, Pedro Cabrita Reis, Maria José Cavaco, José Pedro Croft, André Almeida e Sousa e João Queiroz.
 
NOTAS BIOGRÁFICAS:
 
Pedro Calapez nasceu em1953, em Lisboa.
Vive e trabalha em Lisboa.
Iniciou a sua carreira de artista na década de 70, participando em exposições colectivas. Em 1982 realizou a sua primeira exposição individual.
Tomou parte na Bienal de Veneza e na Bienal de São Paulo.
Está representado nas seguintes colecções: Caixa Geral de Depósitos, Lisboa; Centro de Arte Caja Burgos, Burgos; Central European Bank, Frankfurt; Centro Galego de Arte Contemporânea, Santiago de Compostela; Chase Manhattan Bank N.A, New York; Colecção António Cachola, Elvas; European Investment Bank, Luxembourg; Fondación Coca-Cola España, Madrid; Fondación Prosegur, Madrid/Lisboa; Fundació Pilar i Joan Miró, Maiorca; Fundação AIP, Lisboa; Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa; Fundação EDP, Lisboa; Fundação Luso Americana, Lisboa; Fundação PLMJ, Lisboa; Fundação Portugal Telecom, Lisboa; Museo Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporáneo, Badajoz; Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Madrid; Museu de Serralves, Porto.
 
 
Pedro Cabrita Reis nasceu em 1956, em Lisboa.
Vive e trabalha em Lisboa.
É licenciado em Pintura pela Escola Superior de Belas Artes de Lisboa.
De entre as inúmeras exposições individuais, destacam-se: One after another, a few silent steps, apresentada na Bélgica, França, Alemanha e no Museu Colecção Berardo, em Lisboa, em 2009 e 2010 e a exposição Da Luz e do Espaço, no Museu de Serralves, em 1999/2000.
Em 1995 e em 2003 representou Portugal na Bienal de Veneza e em 1994 participou na Bienal de São Paulo.
Está representado nas seguintes colecções, entre muitas outras: Fundação Colecção Berardo, Lisboa; Fundação de Serralves, Porto; MAXXI, Roma, Itália; Fondazione Merz, Turim, Itália; Kunsthaus Graz, Graz, Áustria; Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Madrid; Tate Modern, Londres.
 
Maria José Cavaco nasceu em 1967, em Ponta Delgada.
É licenciada em Artes Plásticas/Pintura pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa, 1990.
Vive e trabalha em Ponta Delgada.
Iniciou a sua carreira artística em 1988, tomando parte numa exposição colectiva. A partir desta data apresentou regularmente exposições individuais dos seus trabalhos, destacando-se a exposição Dear Painter, na Fonseca Macedo - Arte Contemporânea, em 2011.
Em 2010, participou na exposição Horizontes Insulares, Centro de Arte La Regenta, Las Palmas de Gran Canaria, Espanha, e, em 2011, apresentou o projecto Desde O Finito, com curadoria do poeta João Miguel Fernandes Jorge, na Fundação Carmona e Costa, em Lisboa.
Está representada nas seguintes colecções: Direcção Regional da Cultura, Açores; Museu Carlos Machado, Ponta Delgada; Centro Cultural da Caloura, São Miguel; EDA – Electricidade dos Açores SA; Bensaúde – Turismo, Ponta Delgada; Presidência do Governo Regional dos Açores e Fundação Carmona e Costa, Lisboa.
 
 
José Pedro Croft nasceu em 1957, no Porto.
Vive e trabalha em Lisboa.
É licenciado em Pintura pela Escola Superior de Belas Artes de Lisboa.
Participou em diversas exposições colectivas em Portugal e no estrangeiro, a partir de 1985. Integrou a exposição Portugual XLVI Bienal de Veneza, em 1995.
Está representado nas seguintes colecções: Centro de arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian; Fundação EDP; Fundação Luso-Americana; Fundação de Serralves; Secretaria de Estado da Cultura (Portugal); Fundació La Caixa (Espanha); Caixa Geral de Depósitos (Portugal); Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia (Espanha); Museu Berardo; Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (Brasil); Pinacoteca do Estado de São Paulo (Brasil); Caja Madrid (Espanha); Banco de España (Espanha); Banco Central Europeu; Sammlung Albertina (Áustria).
 
 
André Almeida e Sousa nasceu em 1974, em Ponta Delgada, Açores.
Estudou na Rietveld Academie de Amesterdão (1997/1998) e concluiu o Curso Avançado de Artes Plásticas do Ar.Co (2001).
Vive e trabalha em Lisboa.
É professor no Ar.Co.
Está representado nas seguintes colecções: Ar.Co Centro de Arte e Comunicação Visual, Lisboa; Governo Regional dos Açores; Museu Carlos Machado.
 
 
João Queiroz nasceu em 1957, em Lisboa.
É licenciado em Filosofia pela Universidade Clássica de Lisboa.
Vive e trabalha em Lisboa.
Em 2000 recebeu o Prémio EDP.
Está representado nas seguintes colecções: Fundação Ilídio Pinho; Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, Lisboa; Fundação EDP, Lisboa; Fundação Calouste Gulbenkian – Centro de Arte Moderna, Lisboa; Fundação PLMJ; Ar-Co, Centro de Arte e comunicação Visual, Lisboa; Colecção António Cachola, Campo Maior; Colecção Museu Estremeño e Iberoamericano de Arte Contemporanea, Badajoz; Museu de Arte Moderna, Funchal; Museu de Serralves e na Colecção Caixa Geral de Depósitos.
"


facebook instagram Drawing Room Store
FONSECA MACEDO - ARTE CONTEMPORÂNEA | 2017